Mostrando postagens com marcador #Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #Saúde. Mostrar todas as postagens

09/12/2016

Confirmado: Urina e sêmen do Touro são os ingredientes secretos usados no Red Bull e outras bebidas energéticas!

Você sabia que bebidas energéticas contêm ingredientes extraídos da urina e sêmen do Touro? Um estudo feito pela Longhorn Cattle Company, testou algumas das principais marcas de bebidas energéticas, como Red Bull, monster e etc.

 

image

O que eles encontraram pode deixar o seu estômago em um nó. Eles descobriram que as bebidas, na verdade, contêm sêmen de touro.

 

image

 

É o ingrediente que veio sob o fogo. A taurina foi nomeada após a Taurus Latina, o que significa touro. Foi isolado pela primeira vez a partir de bile de boi em 1827 por dois cientistas australianos, Friedrich Tiedemann e Leopold Gmelon. É muitas vezes chamado de um aminoácido na literatura científica. A Taurina está presente em figados, sêmen e na urina do Touro. Uma coisa é certa, a taurina usada em bebidas energéticas, como Red Bull é tomada a partir destas fontes.

 

image

A Taurina é encontrada em bebidas energéticas é um subproduto de testículos de touro, considera-se não ser produto de origem vegetariana. O ingrediente é taurina, uma substância natural que está presente na bile touro e no leite materno. O vídeo mostra como este ingrediente é extraído dos touros. Foi filmado por um funcionário da empresa que fornece esse ingrediente para as várias empresa de bebidas energéticas

 

image

O vídeo foi então vazado, deixando para nós este segredo eles tentaram manter no silêncio por tanto tempo. 
O funcionário foi posteriormente demitido por violar a política da empresa.
Confira o vídeo:

 

leia mais...

22/08/2016

Mais Médicos corre risco de perder ao menos 2 mil profissionais

Prazo para que o Congresso Nacional aprove a medida provisória prorrogando o prazo de atuação de médicos estrangeiros termina no dia 29

image

 

Médicos do programa do governo Mais Médicos podem não ter contratos prorrogados. Pelo menos 2 mil profissionais podem ser prejudicados (Moacyr Lopes Junior/Folhapress/VEJA/VEJA/VEJA/VEJA)

 

Municípios brasileiros que participam do Programa Mais Médicos correm o risco de perder pelo menos 2 mil profissionais a partir do dia 30. Daqui a uma semana, no dia 29, termina o prazo para que o Congresso Nacional aprove o projeto que converte em lei uma Medida Provisória, editada este ano, que permite a prorrogação do prazo de atuação de médicos estrangeiros no programa por mais três anos.

 

O prazo para aprovação do projeto é apertado. Não há garantias nem de que o texto seja aprovado na Câmara dos Deputados. O presidente, Rodrigo Maia (DEM), está fazendo um esforço concentrado às segundas e às terças-feiras para que MPs sejam votadas, mas prefere não fazer previsões. Se aprovado, o texto ainda segue para o Senado, onde a MP precisa ser apresentada e também votada, o que é outro problema. A votação final do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff começa na quarta-feira e deve monopolizar todas as atenções por até uma semana.

 

Caso o prazo de votação não seja atendido, automaticamente os profissionais estrangeiros que vieram para o Brasil há três anos para atuar no Mais Médicos e não tiveram necessidade de validar o diploma obtido no exterior perdem o direito de atender pacientes. E o número deverá aumentar a cada dia, conforme os contratos forem vencendo. A estimativa é de que, até janeiro, 7 mil profissionais – a maioria de cubanos – completem o prazo máximo de permanência no País.

 

LEIA TAMBÉM:

Ex-presidente da OAS delata ministro do STF Dias Toffoli

Delfim admite que recebeu R$ 240 mil em espécie da Odebrecht

 

O Ministério da Saúde já reconhece não haver solução rápida para uma eventual perda do prazo para a votação do projeto de conversão da MP. Teoricamente, uma das alternativas seria requisitar ao governo cubano o envio de novos profissionais para atuar no programa. Essa operação, por si só, demandaria tempo. Isso porque não basta recrutar, providenciar transporte e estadia. Profissionais estrangeiros que aderem ao projeto têm de fazer um curso de adaptação de três semanas, onde recebem noções de português e sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). A estimativa é de que uma reposição da vaga demoraria pelo menos 50 dias.

 

Essa operação ocorre em um momento em que Ministério da Saúde e governo cubano negociam uma eventual manutenção do contrato de envio de médicos daquele país para atuar no Brasil. Cuba reivindica um aumento de até 30% no valor do contrato, usando como justificativa a mudança no câmbio. O governo brasileiro, por sua vez, afirma não haver recursos para isso.

 

Enquanto o impasse não é resolvido, governos brasileiro e cubano fizeram um trato para reposições pontuais até as eleições municipais. Esse acordo, no entanto, será inútil, caso a votação não seja feita no prazo previsto. Não há como trazer tantos profissionais, em um curto período de tempo. Procurada, a equipe do Ministério da Saúde afirma que será feito um esforço para que o projeto seja votado rapidamente.

 

(Com Estadão Conteúdo)

leia mais...

31/07/2016

Anvisa proíbe venda de extrato e molho de tomate com pelo de roedor de 5 marcas

image

Produtos da Amorita, Predilecta, Aro, Elefante e Pomarola serão retirados do mercado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e a distribuição de quatro lotes de extrato de tomate das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, além de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola. A punição às cinco marcas se deu com base em laudos que detectaram matéria estranha indicativa de risco à saúde humana -

pelo de roedor - acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. As empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado.

As decisões da Anvisa estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira. A primeira refere-se ao lote L 076 M2P e validade de 01/04/2017 do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D'Oro. A segunda, ao extrato de tomate Predilecta lote 213 23IE e validade 03/2017. A terceira trata do molho de tomate tradicional Pomarola lote 030903 e validade 31/08/2017 e também do extrato de tomate Elefante lote 032502 e validade 18/08/2017.

FONTE: correiodopovo

 

leia mais...

REFRIGERANTE: BEBIDA QUE ESTÁ DESTRUINDO SEUS OSSOS POR DENTRO!

image

Mesmo com tanta informação, boa parte das pessoas ainda consome esta bebida.

 

E é bem provável que você esteja entre essas pessoas.

 

É uma bebida gostosa, que investe pesado em publicidade.

 

Mas a gente não desiste.

 

Dizem que se conselho fosse bom não seria dado, e sim vendido.

 

Isso não é verdade, pois vamos dar um ótimo conselho aos fãs de refrigerante: parem de beber essa bebida imediatamente!

 

E não importa se o refri é diet, pois é ruim do mesmo jeito, até pior para alguns especialistas.

 

O refrigerante é uma invenção baseada meramente no sabor.

 

Não há nele nenhuma virtude, nenhum benefício para a saúde.

 

Alguns, como os à base de cola, se superam em termos de malefícios à saúde.

 

Mas por que as pessoas, mesmo as bem-informadas, insistem em beber refrigerante?

 

Simples: muita propaganda e o principal - refrigerante vicia.

 

E os à base de cola - de novo eles - são os que mais viciam.

 

Ou seja, o ato de deixar de tomar refrigerante exige, antes de tudo, força de vontade.

 

Mas não vamos nos afastar do tema desta matéria: os males do refrigerante.

 

São muitos, muitos mesmo.

 

Por isso, destacaremos aqui apenas os principais:

 

1. Ossos fracos/ Osteoporose

 

O consumo de refrigerantes aumenta o risco de sofrer de osteoporose, devido à ação do ácido fosfórico, que impede a correta absorção do cálcio, enfraquecendo os ossos.

 

Um estudo da Tufts University descobriu que mulheres que bebiam refrigerante três vezes por semana tinham uma perda óssea média de 4% (em regiões como o quadril) a mais do que o grupo de mulheres que ingeriam outro tipo de bebida.

 

 

 

image

 

 

 

2. Obesidade

 

Os refrigerantes estão amplamente associados ao aumento de peso e à obesidade.

 

Naturalmente, o aumento das calorias consumidas leva ao aumento de peso, mas, mesmo os refrigerantes diet podem ocasionar este problema.

 

Recentes estudos demonstraram uma associação entre o os refrigerantes sem açúcar e o aumento da cintura.

 

3. Diabetes

 

Um estudo feito com 90 mil mulheres mostrou que as que ingeriam uma ou mais bebidas com açúcar (como sucos ou refrigerantes) estavam mais propensas a desenvolver diabetes tipo 2.

 

As bebidas com açúcar aumentam o nível de glicose em jejum e a resistência à insulina.

 

4. Infarto

 

Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que o consumo diário de bebidas com grande quantidade de açúcar aumenta em 20% as chances de sofrer um ataque cardíaco.

 

Este risco aumenta conforme a quantidade de bebidas doces consumidas diariamente.

 

5. Triglicerídeos

 

Mesmo que a pessoa não aumente seu peso, os refrigerantes podem ser prejudiciais para a saúde cardiovascular, especialmente para as mulheres.

 

As mulheres que consomem bebidas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicerídeos.

 

6. Cáries

 

O açúcar contido nos refrigerantes transforma qualquer consumidor em alvo perfeito de cáries dentária.

 

7. Cálculos renais

 

A maior parte dos refrigerantes contém oxalato, que pode ocasionar problemas como cálculos renais.

 

8. Insônia

 

Os refrigerantes também podem provocar transtornos do sono -como insônia- por conterem substâncias excitantes do sistema nervoso.

 

9. Gastrite

 

A enorme concentração de açúcar, aditivos e o pH ácido podem provocar distúrbios digestivos, como a gastrite.

 

Viu?

 

São razões muito fortes para você parar de beber refrigerantes.

 

Ah, você não vive sem refri?

 

Por que não substuí-lo por um saudável e refrescante refigerante caseiro?

 

Este refrigerante caseiro, diferentemente do industrial, vai fortalecer os seus ossos.

 

Aqui está a receita:

 

INGREDIENTES

 

200 mL de água

 

1 colher (sopa) de mel

 

1 grama em pó ou dissolvido de vitamina C (não vale a efervescente)

 

2 colheres (sopa) de cloreto de magnésio PA líquido

 

1 limão

 

1 colher (chá) de gengibre ralado ou em pó

 

MODO DE PREPARO

 

Em um copo com 200 mL de água mineral ou filtrada, acrescente mel e vitamina C.

 

À parte, dissolva 33 gramas de cloreto de magnésio PA (vende-se em lojas de produtos naturais) em 1 litro de água e coloque 2 colheres (sopa) dessa solução na bebida energética.

 

Esprema um limão na bebida e coloque uma colher (chá) de gengibre em pó ou ralado.

 

Mexa tudo muito bem.

 

Finalize, se quiser, com duas ou mais pedras de gelo.

 

Tome um ou dois copos dessa bebida diariamente.

 

 

FONTE:

http://www.curapelanatureza.com.br/post/07/2016/conheca-bebida-que-esta-destruindo-seus-ossos-por-dentro

leia mais...

22/07/2016

Conheça a síndrome rara que faz a pessoa acreditar que está morta

image

O primeiro caso conhecido da Síndrome de Cotard foi de uma mulher que negava a existência de partes de seu corpo e sua necessidade de comer. Morreu de inanição.

A síndrome também é conhecida como delírio de negação ou delírio niilista. É uma doença mental que leva a pessoa a crer que está morta, que não existe, que está se decompondo ou que perdeu sangue e órgãos internos. Ela mexe com nossa intuição mais básica: a consciência de que existimos.

O ser humano tem um forte sentido de identidade, uma pequena pessoa que parece viver em algum lugar atrás de nossos olhos e nos faz sentir esse “eu” que cada um de nós somos.

“Descartes dizia que era possível que nosso corpo e nosso cérebro fossem ilusões, mas que não era possível duvidar de que temos uma mente e de que existimos, pois se estamos pensando, existimos”, afirma o neuropsicólogo clínico Paul Broks, que estuda a relação entre a mente, o corpo e o comportamento.

O paradoxo é que os pacientes de Cotard não conseguem entender o “eu”.

Adam Zeman, da Universidade de Exeter, no Reino Unido, acredita que o “eu” está representado em diversos lugares do cérebro. “Creio que está representado inúmeras vezes. Está em todas as partes e em nenhuma”, explicou Zeman à BBC.

Zeman destaca que, entre essas representações está a do corpo (o “eu” físico), o “eu” como sujeito de experiências, e nosso “eu” como entidade que se move no tempo e no espaço. “Estamos conscientes de nosso passado e podemos projetar nosso futuro. Então, temos o ‘eu’ corporal, o ‘eu’ subjetivo e o ‘eu’ temporal”, afirma.

Os portadores de Cotard vivem em uma realidade distorcida.

Zeman lembrou-se de um caso que tratou de um paciente que tentou se suicidar ao jogar um aquecedor elétrico na água quando estava na banheira, mas não sofreu nenhum dano físico sério, contudo, estava convencido de que seu cérebro já não estava mais vivo. Quando o questionava, dava uma versão muito persuasiva de sua experiência: o paciente dizia que já não tinha mais necessidade de comer e beber.

A maneira como o paciente descrevia sua experiência era tão intrigante que neurologistas decidiram observar como seu cérebro se comportava. Zeman estudou o caso com seu colega Steve Laureys, da Universidade de Liége, na Bélgica.

“Para nossa surpresa, uma ressonância mostrou que Graham estava dando uma descrição apropriada do estado de seu cérebro, pois a atividade era marcadamente baixa em várias áreas associadas com a experiência do ‘eu’”, conta Zeman.

“Analisei exames durante 16 anos e nunca tinha visto alguém de pé e se relacionando com outras pessoas, com um resultado tão anormal. A atividade cerebral de Graham se parece com a de alguém anestesiado ou dormindo. Ver esse padrão em alguém desperto, até onde sei, é algo muito raro”, completa Laureys.

“Ele mesmo dizia que se sentia um morto-vivo. E que passava tempo em um cemitério, pois sentia que tinha mais em comum com os que estavam enterrados”, lembra Zeman.

Não se conhece a causa exata da síndrome, mas ela foi tratada com êxito graças a medicamentos combinados com terapia eletroconvulsiva.

“Curiosamente, o sistema cerebral mais associado com o ‘Eu Estendido’ é a rede neural por efeito, justamente a que estava afetada no caso de Graham”, destaca Adam Zeman.

“Se colocamos alguém em uma máquina de ressonância magnética e pedimos que relaxe, esses são os conjuntos de regiões cerebrais que estão mais ativos. São essas regiões que estão ligadas à nossa habilidade de recordar o passado e projetarmos o futuro, a pensar em si e nos outros, bem como às decisões morais”, completa.

“Todas essas funções estão associadas ao ‘eu’”, no caso de Graham, essa rede não funcionava apropriadamente, ou seja, de certa maneira, o paciente estava mesmo morto.

FONTE: http://ucho.info/

leia mais...

16/07/2016

Transtorno do pânico, se não tratado, pode desencadear depressão

DICAS PARA ACABAR COM A DEPRESSÃO
Atividade física pode ajudar na melhora do transtorno do pânico
Apesar de ser popularmente conhecida como síndrome do pânico, o nome usado por profissionais da saúde é transtorno do pânico e faz parte do grupo de transtornos de ansiedade.
O principal sintoma do distúrbio são as crises de pânico em situações inesperadas. O psiquiatra do instituto de psiquiatria do Hospital das Clínicas, Felipe Corchs, explica que se houver um motivo, como no meio de um assalto à mão armada, não caracteriza um sinal do transtorno de pânico. Outra característica é o medo que a pessoa tem de que aconteça a próxima crise.
De acordo com a psicóloga Joana Singer, do Núcleo Paradigma, o ataque de pânico envolve "intenso medo de morrer, perder o controle ou enlouquecer". Além disso, pode haver sintomas como taquicardia, sudorese, enjoo, tontura, sensação de desfalecimento, respiração curta e outros. "Eles passam a afetar a vida de uma pessoa à medida que ela passa a viver em torno do transtorno: deixa de ir a lugares, se envolver em situação com medo de um novo ataque", explica. Em casos mais graves, as pessoas não saem de casa.
No entanto, isso varia de acordo com a pessoa. Felipe esclarece que, enquanto há quem tenha a vida e seus relacionamentos afetados, outras sentem pouco o impacto do transtorno.
A faixa etária mais atingida pelo pânico são adultos jovens, mas o distúrbio pode acometer pessoas de todas as idades. Em relação aos gêneros, é mais comum que mulheres tenham pânico do que homens e não há nenhuma explicação comprovada para essa diferença.
Quem convive com alguém que tenha o transtorno deve ter alguns cuidados para lidar com situações de ataque. "Nunca se deve dizer ao paciente que está tendo um ataque algo como: 'se acalma'. O corpo não entende isso. 'Respire lentamente' costuma ajudar mais", aconselha Joana. Se estiver com alguém enquanto ela tem uma crise, faça com ela a respiração profunda, pois ela tende a estabilizar o estado físico da pessoa. Outra forma de ajudar, segundo a psicóloga, é ajudar o paciente a voltar às atividades que deixou de lado por causa do pânico.
Por não ser chamado de doença, não se diz que o transtorno tem cura, mas que o paciente entra em estado de remição. "É uma pessoa que entrou em um quadro assintomático e não tem mais nada do transtorno", explica o psiquiatra. O paciente chega nesse estado por algumas vias, como tratamento medicamentoso, psicoterapia e, raramente, de forma espontânea - nestes casos, é comum que o transtorno volte.
Joana afirma que, na terapia, o paciente consegue reconhecer quais são seus gatilhos dos ataques e, juntos, encontram maneiras de manejá-los. "O terapeuta deve ajudar o paciente a entender as escolhas que vem fazendo em sua vida e como elas podem contribuir para seu problema de ansiedade", diz.
A prática de atividades físicas faz muito bem para pacientes com pânico. "Se a gente for simplificar, tudo que faz bem para a saúde, que aumenta a qualidade de vida, ajuda", diz o psiquiatra. Mas para o pânico, é um pouco diferente: o exercício simula os sintomas do transtorno, então, a pessoa se acostuma com isso e fica mais tolerante.
Pessoas com pânico que não o tratam tendem a desenvolver depressão, apesar de não ser uma regra. A principal hipótese para explicar esse tendência é que, em qualquer transtorno de ansiedade, a pessoa passa por muito estresse e, por isso, há uma progressão para o quadro de depressão.
"Outros diagnósticos que frequentemente andam junto com o pânico são o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), o Transtorno de Estresse Pós Traumático e o Transtorno de Ansiedade Generalizada", afirma Joana.
LEIA TAMBÉM:

Sintomas de depressão: 11 sinais de que esse mal (Depressão) está dominando você


De uma maneira geral, os sintomas de depressão se confundem bastante com sintomas de outras doenças. E saber qual a diferença entre um quadro de tristeza, por exemplo, e um caso real de depressão não é a tarefa mais simples do mundo. “Tristeza é uma emoção, enquanto depressão é uma doença”, explica o psiquiatra Ken Robbins, da Universidade de Wisconsin-Madison – nos Estados Unidos. E verdadeira...
LEIA MAIS...

A depressão mental aflige milhões, você pode ser uma vitima!


OS SINTOMAS de início talvez não pareçam tão graves. A pessoa talvez sinta fadiga, espasmos estomacais ou dores no peito. Poderá notar que acorda bem cedo, sem nenhum motivo aparente; ou a dificuldade talvez seja a de conseguir dormir.  É possível que a mudança de apetite tenha levado à perda de peso; ou quiçá o problema seja excesso de peso, devido ao súbito afã no comer. Qual de...
LEIA MAIS...


A depressão pós-parto, entenda melhor!


O que há de errado comigo? Acabei de ter um bebê lindo e saudável. Devia estar feliz e orgulhosa, mas me sinto infeliz e ansiosa, até mesmo com raiva. Será que não sou uma boa mãe? Por que me sinto tão deprimida? SE VOCÊ teve um parto recentemente e se sente assim, saiba que não é a única. Calcula-se que de 70% a 80% das novas mamães vez por outra têm esses sentimentos. Mas o que é depressão pós-parto...
LEIA MAIS...

Depressão na infância e adolescência (Depressão não é tristeza)


Depressão é uma doença crônica, recorrente, muitas vezes com alta concentração de casos na mesma família, que se manifesta não só em adultos, mas também em crianças e adolescentes. Qualquer criança ou adolescente pode ficar triste, mas o que caracteriza os quadros depressivos nessas faixas etárias é o estado persistentemente irritado, tristonho ou atormentado que compromete as relações...
LEIA MAIS...

Depressão: 5 mitos em que muita gente acredita


A depressão sempre é motivo de muito debate. Especialmente agora, com a morte do grande ator Robin Williams, que aparentemente cometeu suicídio, o debate mundial a respeito dessa doença e seus sintomas ficou ainda mais em evidência. O eterno Patch Adams sofria com uma depressão profunda, e as especulações são de que ele tenha colocado um fim na própria vida justamente por conta da doença. Mundialmente,...
LEIA MAIS...


DICAS PARA ACABAR COM A DEPRESSÃO


Alcançar a cura da depressão pode não ser a tarefa mais fácil do mundo, mas está bem longe de ser impossível. Com a dose certa de motivação e força de vontade, o caminho que parece longo e totalmente fora de alcance começa a se construir aos poucos na sua frente. É como dizem: comece fazendo o necessário, depois o que é possível e, quando você menos esperar, estará fazendo o que antes considerava...
LEIA MAIS...
leia mais...

CENTRAL NEWS

LEIA TAMBÉM

 
Copyright © 2016 CENTRAL NOTICIAS • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAISOADM • Powered by Blogger
back to top